Ir para conteúdo

  • facebook
  • twitter
  • youtube

Informações do Tutorial Visitar tópico de suporte

  • Adicionado em: Ago 08 2013 01:08
  • Data de Atualização: Ago 08 2013 01:08
  • Exibições: 5759
 


* * * * *
0 Avaliações

Sistema de Arrefecimento - Renault Megane II - Parte 1: Circuito de Líquido - Conformidade

Dados e informações técnicas sobre Sistema de Arrefecimento - Renault Megane II - Circuito de Líquido - Conformidade.

Postado por OS - CAR Oficina Renault emAgo 08 2013 01:08
info
Este tutorial aplica-se aos Renault Megane II 2.0 16v (F4R) e 1.6 16v (K4M).

Como o material é extenso, vou dividir em 2 partes, sendo parte 1 abordando o circuito de líquido de arrefecimento. E a parte 2 abordará as estratégias de funcionamento elétrico dos ventiladores.

Parte 1: Circuito de Líquido - Conformidade

Importante:
Os circuitos foram concebidos para estarem sob pressão, podendo atingir temperaturas elevadas (perigo de queimaduras graves).
  • Não retirar a tampa do reservatório de expansão, enquanto o motor estiver quente.
  • Durante uma intervenção sob o capô, ter cuidado porque o ventilador do radiador podem entrar intempestivamente em funcionamento.
  • Não desapertar os parafusos de purga, com o motor em funcionamento.
Atenção:
O líquido de refrigeração contribui para o bom funcionamento do motor (troca e proteção térmica). O sistema não deve funcionar só com água.

Sempre que o veículo tiver um funcionamento anormal, é bom verificar também na medida do possível:
  • o estado e a tensão da correia de acionamento da bomba de água e a própria bomba;
  • se o ventilador, o radiador e a grelha não estão obstruídos por qualquer objeto que impeça a passagem do ar.

Controle de Estanqueidade:
Utilizar uma ferramenta de pressurização do sistema de arrefecimento. Aplicá-la no lugar da tampa do reservatório e bombear. Parar de bombear a 0,1 bar inferior ao valor de aferição da válvula da tampa do vaso de expansão. A pressão não deve baixar; se baixar, procurar a fuga.
No Caso de Troca do Líquido de Arrefecimento:

1. Esvaziamento:
  • Extrair a tampa do vaso de expansão e o protetor de cárter.
  • Colocar o recipiente de recuperação de líquido de refrigeração sob o veículo.
  • Afastar a abraçadeira do tubo de borracha inferior do radiador de refrigeração.
  • Abrir o circuito de refrigeração, desligando o tubo de borracha inferior do radiador de refrigeração.
  • Soprar o circuito de refrigeração pelo orifício do vaso de expansão, com uma pistola de ar comprimido, para esvaziar o máximo de líquido de refrigeração.

2. Limpeza:
  • Encher com água o circuito de refrigeração, pelo vaso de expansão.
  • Deixar escorrer a água até que o líquido recuperado pelo tubo de borracha inferior do radiador de refrigeração seja claro.
  • Afastar a abraçadeira do tubo de borracha superior de refrigeração.
  • Desligar o tubo de borracha superior de refrigeração. Soprar o circuito de refrigeração pelo orifício do vaso de expansão, com uma pistola de ar comprimido, para esvaziar o máximo de líquido de refrigeração.
  • Remontar o tubo de borracha inferior de refrigeração, o tubo de borracha superior de refrigeração, repor as abraçadeiras.

3. Enchimento:
Há dois métodos para realizar a operação de enchimento do circuito de refrigeração:

a. o método com a ferramenta (Mot. 1700), preconizada pela Renault que proporciona um ganho de tempo considerável, dado que dispensa a abertura dos parafusos de purga do circuito de refrigeração,


b. o método sem ferramenta especial. Como ninguém vai ter esta ferramenta, então vou descrever somente o método 2.



3.1 Método de Enchimento sem Ferramenta Especial:
Para eliminar o máximo do ar presente no circuito de refrigeração, é imperativo abrir todos os parafusos de purga. O desrespeito por este método poderá provocar um mau enchimento do circuito de refrigeração e consequentemente aquecimento e danos ao motor.
  • Desapertar os parafusos de purga (1 atrás do cabeçote, no alojamento da válvula termostática e/ou 1 na mangueira de ar quente, dependendo da versão).
  • Encher o circuito de refrigeração pelo vaso de expansão, até transbordar, com o líquido de refrigeração.
  • Fechar todos os parafusos de purga, quando o líquido de refrigeração se escoar em jacto contínuo.
  • Colocar o circuito de refrigeração sob pressão, com a ferramenta de pressurização para estabilizar o nível. Retirar e recolocar a tampa do vaso de expansão.
  • Limpar as superfícies que ficaram molhadas com o líquido de refrigeração.
  • Acionar o motor. Deixar trabalhar o motor até ao terceiro disparo do motoventilador (tempo necessário para a desgaseificação automática).
  • Verificar o bom funcionamento do aquecimento de ar quente. Desligar o motor até que a temperatura da água seja inferior a 50°C. Extrair a tampa do vaso de expansão e ajustar o nível do líquido de refrigeração na marca Máx. Repor a tampa do vaso de expansão e recolocar o protetor de cárter.
Quantidade do Líquido de Refrigeração:
  • K4M 761 e 813 = 6,5 litros
  • K4M demais = 6 litros
  • F4R 770 = 6 litros
  • F4R 774 = 7 litros
  • F4R 771 e 776 = 6,5 litros
Valores de Aferição das Tampas do Reservatório de Expansão:
  • Tampa de vaso de expansão com uma pastilha castanha = 1,2 bars
  • Tampa de vaso de expansão com uma mão amarela = 1,4 bars
  • Tampa de vaso de expansão com uma mão branca = 1,6 bars
  • Tampa de vaso de expansão com uma mão cinzenta = 1,8 bars

Válvula Termostática:
Motor / Início de abertura (°C) / Fim de abertura (°C)
  • K4M / 89 / 99 ± 2
  • F4R / 89 / 99 ± 2
  • Alepmoreira, dieggo, JuNiN_cWb e 2 outros curtiram isso