Ir para conteúdo

  • facebook
  • twitter
  • youtube

Informações do Tutorial Visitar tópico de suporte

  • Adicionado em: Ago 08 2013 01:20
  • Exibições: 5590
 


* * * * *
0 Avaliações

Sistema de Arrefecimento - Renault Megane II - Parte 2: Circuito Elétrico - Conformidade

Informações e dados técnicos sobre o Sistema de Arrefecimento - Renault Megane II - Circuito Elétrico - Conformidade

Postado por OS - CAR Oficina Renault emAgo 08 2013 01:20
info

Este tutorial aplica-se aos Renault Megane II 2.0 16v (F4R) e 1.6 16v (K4M).

 

Confira a primeira parte em:


Parte 2: Circuito Elétrico - Conformidade

 

Problemas com o Funcionamento da 2ª Velocidade da Ventoinha:

 

Se o carro está realmente aquecendo demais. Verifique primeiramente o nível do líquido de arrefecimento. Depois veja se a válvula termostática está OK (ela deve abrir em cerca de 88 graus). Se tudo no circuito de circulação de líquido estiver OK. Aí veja o motivo de não entrar a segunda velocidade.

 

A princípio, se a primeira velocidade funciona OK, o ventilador não tem problema. Caso a 2 velocidade não esteja funcionado, o problema pode estar no relé da segunda velocidade e/ou na UPC (Unidade de Proteção e Comutação). É ela quem comanda o funcionamento da ventoinha.

Mas antes de apontar peças defeituosas, entenda primeiramente o funcionamento da ventoinha:

 

 

Entendendo a Estratégia de Funcionamento:

 

A primeira velocidade inicia-se sempre que se liga o ar condicionado (qualquer seja a temperatura do motor, abaixo de 105°C) ou quando a temperatura do motor estiver entre 96/98 graus aproximadamente.

 

Condição de Controle - Temperatura do Motor:

Se a temperatura do motor continuar a subir, a aproximadamente 105º entra a segunda velocidade (mais forte). Neste estágio, em teoria, a temperatura do motor não sobe mais, pois a potência do ventilador é suficiente para estabilizar o aumento de temperatura. Caso, por motivo de força maior, a temperatura continue subindo e caso o ar condicionado esteja ligado, aos 115º aproximadamente o módulo de injeção corta o compressor de ar condicionado e a segunda velocidade continua em funcionamento até que o motor baixe a temperatura a níveis aceitáveis (perto do 100º).

 

Condição de Controle - Condensação do Gás do Ar Condicionado:

Suponhamos que, mesmo com carro motor frio, você ligar o ar condicionado. Ele vai ligar também o ventilador em 1ª velocidade para liquefazer o gás R134 dentro do condensador (aquela colméia que fica à frente do radiador). A pressão do gás (que estava em 7BAR com o ar desligado) começa a subir e vai até uns 12/14BAR e estabilizar. Se por algum motivo a pressão do gás continuar aumentando, quando chegar a aproximadamente 19BAR, o módulo acionará a 2ª velocidade do ventilador.


Diagnóstico:

 

Para saber se a segunda velocidade do ventilador está acionando e descartar/confirmar problemas no relé ou na UPC, há 3 métodos de teste possíveis:

 

1. Com o aparelho de diagnóstico CLIP: entrar em diagnóstico com Calculador de Injeção ou UPC. Entrar no modo "Comandos" e acionar via protocolo o funcionamento da 1ª velocidade. Depois acionar o funcionamento da 2ª velocidade.

 

2. Com o aumento forçado da temperatura do motor: aquecer o motor até 98º. Confirmar visualmente o acionamento da 1ª velocidade da ventoinha. Obstruir com um papelão a frente do radiador e acelerar o motor em 5000 a 5500 RPM para que a temperatura continue a subir. Aos 105º aproximadamente o ventilador deve acionar a segunda velocidade. Volte o motor à marcha-lenta e retire a obstrução do radiador para que a temperatura não suba mais, pois o teste já está concluído.

 

3. Com o aumento forçado da pressão do gás frigorífero: Aqui seria bom usar os manômetros de controle e pressão de alta e baixa de ar condicionado. Ligar o ar condicionado (não importa da temperatura do motor). A 1ª velocidade do ventilador aciona junto com o compressor, a pressão da alta sobe em torno de 14BAR. Faça a obstrução do radiador e acelere um pouco o motor (3000RPM). A pressão deverá subir gradativamente. Perto dos 19BAR mais ou menos a 2º velocidade do ventilador deverá acionar. O teste está concluído.

 

 

Se em alguma destas condições de teste o ventilador não acionar a 2ª velocidade, então há um problema elétrico no nível do comando do relé de acionamento da 2ª velocidade do ventilador. Este relé pode estar fora da UPC ou integrado à UPC (soldado), segundo o nível de equipamento do seu carro (UPC N1 e N2 = relé separado. UPC N3 = Relé integrado – não dá p/ mexer).

 

Quando digo relé, estou me referindo ao circuito completo de gestão do relé da 2ª velocidade (não só ele como peça em si). Tem que checar o seu comando, o circuito elétrico completo desta função, conectores, mal contatos, gestão da UPC, etc... aí sim, checando a conformidade de todo o circuito, se chegará a um ponto não conforme, que será a causa do funcionamento anormal.

 

Verificar o estado dos conectores e terminais na UPC, sobretudo a via 1 do conector azul e via 4 do conector preto. Fazer os reparos necessários.

 

A via 4 é a saída 12V para a segunda velocidade e a via 1 a saída 12V para a primeira (aí passa por uma caixa de resistência para cair a tensão e girar a ventoinha mais devagar).

Conector da ventoinha; Via 1 = + e via 2 = massa.

 

 

Observação:

 

Eu não tenho nenhuma foto ou ilustração da UPC, portanto se alguém for desmontar, poderia tirar fotos dela e me mandar. Assim conseguir fazer ilustrações da afetação e função das vias e conectores elétricos e repostar.

  • mglazoski curtiu isso